sábado, 2 de janeiro de 2010

Crise A

2009 foi um grande ano! Não, não teve mais dias, nem mais horas, nem sequer foi bissexto. Vou recordá-lo para sempre como o Grande Ano da Crise A. Não há muito tempo aprendi uma grande lição, quem se queixa de problemas financeiros e de falta de dinheiro, não quer qualquer conselho de economia. Nunca, mas nunca tentem ajudar uma pessoa que apenas se quer queixar, mas que não o sabe fazer correctamente, ou pelo menos não o faz de forma clara.
Há umas semanas estava a almoçar com umas amigas e cada uma tomou a sua vez nos queixumes habituais. Preocupei-me genuinamente com uma das queixas, porque a entendi mal. Falava da sua falta de dinheiro e das dívidas e às tantas estava a falar na conta da manicure. Eu imprudentemente perguntei: "Porque é que não arranjas as unhas em casa?" Senti um frio correr entre os talheres e as digestões a parar.
Não era de falta de dinheiro de que se estava a falar, mas do desejo de ter mais. A proposta de uma poupança foi uma falha que não voltarei a repetir. (Ainda bem que não lhe disse que fosse a pé para o trabalho, o qual fica a 10 minutos de casa, penso que nunca mais me falaria)
Por isso, peço as minhas mais humildes desculpas.
Nota: Em minha defesa 50 € era quanto pouparia por mês.

4 comentários:

Sandes de Choco c/mortandela disse...

Tás a ver? Eu ainda bem que ruo as unhas.

Fraude disse...

Ora então vamos a contas: se a rapariga ganhar cerca de 500€ por mês, significa que 10% do ordenado vai para as unhas; se ganhar 1000€, o que já é bastante razoável, 5% vão para as unhas... em ambos os casos parece-me um gasto excessivo. É verdade que são 10 unhas, mas continua a parecer-me demais...ou será que também arranja as dos pés? bem...aí o caso muda de figura, passam a ser vinte unhas e quem tem o trabalho de as arranjar merece ser bem pago, em especial por causa dos pés... Mas fica a preocupação: quanto gastará no cabeleireiro? e em cosméticos? a rapariga come?

Trambolho ao Postigo disse...

Sandes: fico contente por ainda existir um homem não metrossexual. Ninguém aguenta um homem que sabe nomes de marcas de cremes e coisas assim. Eu quando as embalegens mudam de cor ou de forma perco-me.

Sra professora Fraude: Um talo de alface, e fica cheia...
São só as das mãos - 10 e gasta 10% do ordenado, portanto 1% por unha.

Trambolho ao Postigo disse...

EMBALAGENS