sábado, 5 de julho de 2008

Elevadores

Qual é a probabilidade de se andar com um desconhecido num elevador em que ambos levam um ramo de flores? Não sei, mas isso aconteceu-me hoje. Ele ía com aquele ar muito satisfeito de quem vai surpreender alguém. Um ramo de rosas vermelhas enorme, tive que lhe abrir a porta do elevador porque o ramo era quase tão grande como a sua satisfação. O meu ramo envergonhou-se, sabia que não era tão especial como o seu companheiro de elevador. Primeiro porque foi comprado pela pessoa errada, com muitos anos de atraso - 35 - embora vá ser oferecido pela certa. A minha mãe faz anos hoje e sendo que o meu pai tem muito pouca sensibilidade e na lista de prendas que ofereceu à minha mãe se inclui um trem de cozinha e toalhas de mesa, há uns anos que são os filhos que têm que comprar qualquer coisa em cima da hora. Desta vez fui eu, mas parece-me sempre mal.

2 comentários:

Jubita disse...

Olha sei de pior! Um rapaz que estava de casamento marcado com uma rapariga e ofereceu-lhe pelos anos um conjunto de panelas!!
Eu no lugar dela punha-lhe um par de patins a jacto na hora!!!
Nem tens ideia a quantidade de mulheres que recebem frigoríficos (e essas coisas tão pessoais que só elas usam )como prendas de anos. É quase como o Homer Simpson, que oferece bolas de bowling à Marge.

Trambolho ao Postigo disse...

Para mim o Homer Simpson é The worst best father and husband ever. Uma das minhas frases preferidas dele é "Oh my god, I don't want to die so young, that means that I'm not going to see my children dying", isto porque tinha feito um teste numa revista sobre o estilo de vida que leva...