domingo, 9 de maio de 2010

Acidentes

Ontem queimei o céu da boca com uma lasagna do inferno. Saltaram-me 2 cm quadrados de pele e foi muito giro (só arranquei em casa e a pele era elástica e forte e AU). A senhora tinha-me dito que estava quente, eu deixei arrefecer, soprei, mas nada me poderia ter prevenido do quanto estava quente aquela invenção italiana. Como não podia cuspir a comida em frente de todas aquelas pessoas, acabadas de conhecer, e com ar demasiado sério, aguentei-me. E ninguém se apercebeu, sou uma especialista na invisibilidade o que me faz pensar que para uma próxima posso simplesmente cuspir que ninguém dará por nada. Menos discretas foram as vezes em que das minhas narinas saiu: água, leite, melancia, arroz, coca-cola, sopa, já disse MELANCIA? Não o suminho, mas MELANCIA! Tudo em jacto e em direcções impossíveis de controlar. Sou uma lady à mesa.

2 comentários:

Sandes de Choco c/mortandela disse...

Podias usar esse teu dom para o mundo circense. Há quem engula pregos, espadas e vidro. Tenta comer uma sopa de letras e regurgitar pelas narinas as vogais separadas das consoantes. Êxito completo. Aliás, até já vejo um programa na TVI e tudo.

Trambolho ao Postigo disse...

É que isto não é bem um dom... mas quando for despedida vou tentar fazer carreira. Sopa de letras, como é que não pensei nisso antes?...