terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

E fiquem felizes que o equipamento não tem bolsos

3 comentários:

Fingido disse...

Alfinetadas!?!?!?! Ridículo! A Mina é terra de pazada, e quem duvida basta ver as ferramentas que compõe o pórtico que nos sauda à entrada da localidade (para quem nunca reparou no dito e respectivas ferramentas, apenas refiro que não se tratam de dedal e tesoura).

Que avance a queixa por difamação, insinuar que a Mina é terra de costureirinhas é insultuoso.

Temos um passado cultural único, em certos aspectos pioneiro, que, tanto quanto sei, nunca passou por fazer bainhas e exportar para o mercado britânico.

Alfinetadas!?!?!?! Ridículo!

Sandes de Choco c/mortandela disse...

Mai nada!

Trambolho ao Postigo disse...

Quando fui passear à Mina percebi a diferença entre demência e loucura. E nunca vi tantas mesas de cabeceira a voar como naqueles dias(se bem que esta parte se deveu a uns cogumelos esquisitos que me serviram.