terça-feira, 10 de fevereiro de 2009


Vi parte do Salazar, mas perdi a paciência. O actor Diogo Morgado numas cenas fala axim e noutras assim. Mas será que ninguém reparou ao fazer a montagem?

A escolha da música! Ai o Salazar com uma mulher na cama, então temos que pôr uma música malandreca...Estupidez tacanha. Quanto à Soraia, até quando é que as mamas dela aguentam este papel?

A actriz Margarida Carpinteiro é excelente, valeu por isso.

3 comentários:

Anónimo disse...

Este blog é um espectáculo! Já me doi a barriga de tanto rir!

efe disse...

aquilo insere-se na corrente pós-modernista da metaficção historiográfica: Não foi axim, mas podia ter sido.

;)

Fraude disse...

Ouvi dizer que Salazar falava axim em público, mas quando acompanhado por uma beldade, tipo Soraia, desenrolava a língua e passava a falar assim, o que, por razões óbvias, dava muito mais jeito (pelo menos às meninas...)
Isto revela o cuidado que a produção teve em termos de pesquisa. São, portanto, hiper-eficientes.