quinta-feira, 27 de março de 2008

Olha que.. .que.. .que...




Eu garanto-vos uma coisa. Se eu fosse o professor dessa aluna nesta situação, eu poderia nunca mais dar aulas em Portugal mas fazia o gosto à mão. Mas era com as costas da mão e com força de modo a que lhe saltassem alguns dentinhos de leite. De preferência os incisivos do maxilar superior. Três ou quatro rotativos bem dados e ficava tudo calmo. Aliás, penso mesmo o que falta no ensino e no país é a falta de rotativos. Não há nada que não se resolva com porrada.
Nunca devemos desprezar o poder de um valente bofetão bem aplicado no focinho do nosso opositor.
Antigamente nem piavam e agora fazem coisas destas.
Mas olha que… que… que…

2 comentários:

Sandes de Choco c/mortandela disse...

Eu punha esses miúdos vândalos todos a limpar mato.
Por um Portugal sem fogos.

Trambolho ao Postigo disse...

Quando ouvi isto na rádio pensei: "Jesus Criste Deus nosse senhor que alguém está a matar um porque numa sala de aula!" Quando vi as imagens percebi que era APENAS uma pessoa absolutamente estúpida rodeada de outros tantos como ela. Impressionou-me sobretudo o facto de só um ou dois miúdos tentarem acabar com aquilo e mesmo assim sobre a pressão dos outros não conseguirem. As pessoas em grupo são muito perigosas.