sexta-feira, 4 de abril de 2008

O que tu queres sei eu…

Ups, e não é que ao fim de um certo de determinado tempo voltei a escrever aqui? Ah pois é, estava quase a bater o recorde do “magano” mas não aguentei. Resolvi escrever sobre o meu mais recente medo…ou cagufa…ou miufa…

É que ultimamente quando alguma rapariga se chega perto de mim na noite tenho sempre a sensação que ela está a falar comigo apenas para me levar para casa, me meter na cama e me roubar um rim. Acho que elas devem olhar par mim e pensar: “ah, este gajo até está a modos que fofinho e devem ter um interior bonito e bem tratado, por exemplo os rins!”
A sério, isto não é nenhum tipo de desculpa para a minha paixão pela parte mais romântica que existe nos bares e discotecas (o balcão) é mesmo um receio que me inquieta. Não há nada que eu preze mais que o meu interior e principalmente os meus adorados rins.
E mais, faço aqui um apelo a todos que por aqui passam: Desconfiem sempre se alguma rapariga se aproximar de vocês e vos elogiar o interior, no fundo ela está a pensar é nos vossos rins…

Ultimamente, sempre que começo uma conversa na noite se aquilo começar a aquecer e ela me convidar para dar uma volta faço sempre questão de lhe dizer que tenho pedras nos rins, que no outro dia mijei uma pedra do tamanho de um paralelo que ao bater na sanita até a deixou marcada. A sério é tiro e queda, e a reacção tem sempre provado a minha teoria, elas vão embora…mas o que é certo é que ainda tenho os meus adorados rins!

Meus amigos, o tamanho do carácter* agora já não importa, é um mito!
O que elas querem são os nossos rins…


p.h.

(*)É favor não fazer tracadalhos do carilho com a palavra carácter! Obrigado.

1 comentário:

Trambolho ao Postigo disse...

Seja muito bem regressado señor Satanhoco.

Quanto a mim procuro um pulmão esquerdo, mas o chato é a conservação do coiso, porque em Portugal não fazem a porcaria do transplante. Mas se souberes de alguém que queira viajar com uma desconhecida arrancadora de orgãos avisa. Os melhores cumprimentos
T.Postigo